BALNEáRIO CAMBORIú (47) 9 9129-4499
Ligamos para Você
Imóveis BC
Telefones para Contato

Busca de Imóveis

Selecione os critérios de busca nos campos abaixo e encontre seu imóvel dos sonhos

Blog » Gestão de condomínio: 5 dicas essenciais

Publicado na Segunda, 11 de maio de 2020, 11h04
Gestão de condomínio: 5 dicas essenciais

Fazer uma boa gestão de condomínio não é tarefa fácil. Afinal, é trabalhoso ter de equilibrar a necessidade de todos os moradores, além das demandas do próprio condomínio.

No entanto, com algumas boas dicas de economia no condomínio e bons hábitos de gestão, é possível conduzir os trabalhos internos de maneira satisfatória e garantindo os melhores resultados possíveis.

Quer saber como fazer uma boa gestão de condomínio? Então veja algumas dicas essenciais abaixo!

1. Faça a manutenção é importante para gestão de condomínio

Um dos principais elementos da gestão de um condomínio é a manutenção dos seus bens e equipamentos. No entanto, essa é uma das tarefas mais negligenciadas por síndicos.

A manutenção é importante pois ela diminui os custos do condomínio no longo prazo. É fato que não fazer manutenção nenhuma gera economia no curto prazo (afinal, não é preciso chamar um técnico ou algo do tipo).

No entanto, no longo prazo, os equipamentos elétricos darão problema, o alambrado vai quebrar e o portão vai emperrar. Nessa hora, o custo do conserto vai ser muito maior do que os gastos com a manutenção preventiva.

Por isso, invista em manutenção de todos os equipamentos e partes do condomínio para mantê-lo sempre conservado, melhorar a disposição dos moradores e diminuir os custos.

2. Estabeleça bons processos de segurança

Uma das principais razões que levam as pessoas a morar em condomínios é a segurança. Afinal, um condomínio tem portões de ferro, cerca elétrica, portaria 24 horas e câmeras de segurança, além da presença de vizinhos.

No entanto, de nada adianta ter tudo isso se os portões enferrujaram, a cerca elétrica está desativada, a portaria não é 24 horas e as câmeras de segurança estão metade quebradas e a outra metade sem gravar.

Por isso, é essencial estabelecer bons processos de segurança internos no condomínio, inclusive inserindo os moradores em treinamentos contra incêndios ou invasões.

3. Crie mecanismos de controle e transparências nos gastos

Para ter uma boa gestão de condomínio é importante ter a flexibilidade e condição de tomar ações que vão beneficiar a todos, mesmo que representem um gasto extra em um primeiro momento.

No entanto, esse tipo de ação não consegue ser eficaz quando há desconfiança dos moradores em relação às finanças do condomínio.

Por isso, é essencial estabelecer mecanismos de controle e transparências nos gastos internos do condomínio para conquistar a confiança dos moradores.

Isso é extremamente útil em condomínios em que o síndico não é de uma empresa gestora, mas eleita entre os moradores. Afinal, você nem sempre ocupará essa posição. Pode ser que aquele vizinho em quem você não confia seja o próximo síndico, por exemplo.

4. Utilizar a tecnologia em favor do condomínio

A tecnologia é essencial para melhorar a gestão de condomínio. Ela ajuda a reduzir gastos, otimizar processos e deixar tudo mais confiável, rápido e inteligente.

Pense, por exemplo, em uma portaria eletrônica. Ela ajuda a reduzir os custos do condomínio, além de torná-lo mais seguro e protegido contra invasores.

O mesmo pode ser dito de um sistema de gestão dos elevadores. Com inteligência artificial, dá para reduzir os custos de energia elétrica com a movimentação deles.

E por falar nisso...

5. Fazer acordos coletivos com fornecedores de água, luz e gás

Muitos condomínios têm acordos coletivos com fornecedores de água, luz e gás. Se o seu não tem, é uma boa hora para tentar iniciar uma negociação.

Um acordo do tipo pode ajudar a reduzir os gastos dessas necessidades básicas, além de tornar o condomínio mais atrativo para os moradores.

Caso não seja possível fazer um acordo, dá para pensar em alternativas. Por exemplo, existem boas linhas de financiamento e crédito para a instalação de painéis solares em casas e condomínios. Com isso, os gastos com energia elétrica do condomínio e dos moradores diminuirá bastante.

E aí, gostou de aprender mais sobre gestão de condomínios? Agora é só colocar as dicas em prática para colher os resultados.

Não esqueça de deixar um comentário com a sua opinião sobre as dicas e contar qual delas você já coloca em prática!