BALNEáRIO CAMBORIú (47) 9 9129-4499
Ligamos para Você
Imóveis BC
Telefones para Contato

Busca de Imóveis

Selecione os critérios de busca nos campos abaixo e encontre seu imóvel dos sonhos

Blog » Investir em terrenos é um bom negócio?

Publicado na Terça, 02 de junho de 2020, 12h42
Investir em terrenos é um bom negócio?

Você já pensou em investir em terrenos? Se não, talvez seja uma ótima oportunidade para começar a considerar essa ação.

Isso porque vivemos um período de crise no mercado de Renda Fixa, mas no de Renda Variável também.

De um lado, a Selic caiu para a sua mínima histórica e continua caindo a cada reunião do Copom. Por outro lado, a Bolsa teve uma série de circuit breakers seguidos e registrou uma queda significativa desde março.

Por isso, investir em terrenos e imóveis é uma boa ideia. É um mercado com segurança no momento e bastante estabilidade.

Quer saber mais sobre isso? Então siga a leitura abaixo!

 

Como é possível lucrar com terrenos no Brasil?

Uma das vantagens de investir em terrenos é a flexibilidade de lucrar com essa aplicação. Isso porque existem muitas formas de você ganhar com esse negócio.

A forma mais comum, claro, é comprar um terreno para construir algo nele. Se o terreno for na cidade, pode ser uma casa ou prédio, já se ele ficar numa região mais afastada, pode ser algum outro projeto.

Depois de construído o imóvel, você poderá vendê-lo e lucrar bastante. Quer ver quanto? Façamos uma simulação básica a seguir.

Um terreno básico em um bairro bom na cidade de São Paulo pode custar algo como R$150.000. Já o preço médio para construir uma casa em São Paulo é de R$1.755,83/m². Considerando que você construa uma casa de 90m² nesse terreno, você investiria mais R$158.024,70. No total, teria gasto R$308.024.70.

No entanto, uma casa de 90 m² em um bairro bom de São Paulo pode ser fatalmente vendida por bem mais do que R$410.000,00.

Isso significa que, no mínimo, você teria um lucro de R$100.000,00 com a operação. Nada mal, correto?

Outra forma de ganhar dinheiro com esse negócio é alugar terreno para torre de telefonia. Nesse caso, o seu terreno fica parado, mas empresas de telefonia podem instalar uma torre ali para ampliar a sua cobertura de sinal.

O que acontece é que o terreno se transforma em uma espécie de renda recorrente. Todos os meses você recebe um pouco desse aluguel.

Além dessas possibilidades, existem muitas outras. Por exemplo, você pode construir um prédio em vez de uma casa. É muito mais caro, mas também você poderá vender várias unidades e vai compensar bastante.

Por exemplo, suponha que você crie um prédio com 10 andares, cada andar com 2 apartamentos de 50m². Ou seja: são 100m² por andar, no total dá 1.000m², fora o resto da estrutura do condomínio.

O investimento seria de quase R$2 milhões. No entanto, se você vender cada apartamento por R$300.000,00 (que é um preço bem barato considerando a cidade de São Paulo), teria R$6 milhões de lucro.

Outra sugestão é aproveitar o terreno, caso ele tenha solo fértil, para criar uma plantação. Talvez você nem precise cuidar da plantação, mas pode alugar o espaço para alguém que queira fazer esse trabalho.

 

O que analisar na hora de investir em terrenos?

Basicamente, se você se interessou por investir em terrenos, precisa ter duas coisas em mente em relação a isso. A primeira delas é o custo de oportunidade de investir em outras áreas e a outra é as condições do terreno.

Em relação ao custo de oportunidade, é importante ter em mente que, no momento atual, o investimento em terrenos é um dos melhores do país, pois a Renda Fixa está com rendimento baixo e a Renda Variável está muito instável.

No entanto, em outras situações, as aplicações financeiras podem ser um pouco mais interessantes e, por isso, é importante analisar bem o custo de oportunidade.

O ideal é fazer um cálculo de expectativa de valorização do seu investimento no terreno e o tempo médio para receber esse valor.

Por exemplo, suponha que você vai construir no terreno uma casa, como fizemos no cálculo acima. O lucro é de R$100.000,00 para um investimento de R$308 mil. Ou seja: um lucro de 32%.

Se a obra de construção da casa durar 6 meses, você terá obtido um lucro de 32% em um semestre. É um investimento excelente e nem a Bolsa de Valores costuma ter um desempenho assim.

No entanto, se a obra levar 2 anos, então você terá um lucro médio de 16% por ano. Nesse caso, outras opções podem ser mais vantajosas.

Já em relação ao terreno, é importante ter em mente que nem todos eles têm as mesmas condições. Alguns apresentam desnível e outros estão em localidades que não são tão atrativas assim.

Por isso, é importante analisar cada oportunidade de investimento para saber qual é a situação mais vantajosa no momento, sem adotar uma regra universal para todas as situações.

E aí, aprendeu como investir em terrenos da melhor forma possível? Então não esqueça de deixar um comentário abaixo com a sua opinião sobre o assunto!